quarta-feira, 26 de abril de 2017

A Cultura tá mesmo uma "merda" em SBC... e no Brasil

Aquele que era o Secretário da Cultura foi preso devido ao elefante branco que é o Museu do Trabalhador, que foi detido em  13 ou 23/12 de 2016 (histórias esquisitas) datas diferentes, no mesmo jornal.
Bom , com isso perdemos a Secretaria da Cultura e estamos com a Secretaria da Educação, trocando para um diretor  de nome Adalbero Guazelli., que é agricultor de Uvas. Ehhhh... trocamos um artista que estava na Secretaria de cultura por um Agricultor.
Assim disse Ary de Oliveira o homem indicado faz jus a memória Cultural... Gostaria de lembrar que todos nós fazemos jus a memória cultural da cidade.
Antes de Gazelli , foi tentado colocar um parente do Prefeito de Santo André "Serra", que trabalhou na cultura e foi provado que ele era uma indicação imprópria e um nepotismo.
No entanto, os verdadeiros malabaristas da sorte(artistas) querem o CAJUV (Coordenadoria  de Ações para a Juventude) situado na Rua Redenção, explicando que há outro que se é também CAJUV , mas se dedica ao esporte... o Città Di Maróstica , com o nome carinhoso de parque radical.
A turma esquece , mas perdemos muitas batalhas, como o CLM (Centro Livre de Musica) temos um CLAC (Centro Livre de Artes Cênicas) baleado, e nossos Teatros estão fechados para nós nos apresentarmos e para outros virem, CAV, etc etc

Em relação a nós, querermos o CAJUV, CLAC, CLM, CAV digo o seguinte.... não estava se criando um elefante branco (Museu do Trabalhador)? Porque não tomamos o Museu? Desde 2014 é cogitada tomar o elefante branco.

Deixo claro que estes sugestões vieram de dentro da cultura, de pessoas que sabem como funciona e sabem como irá funcionar agora, com uma diretoria.
Estou aberto para ouvir o ex secretario da cultura de sbc, ouvir também o ex vice de SBC , acredito que ele , em todas as minhas conversas que tivemos, não deu tudo de si.
Pelo que eu sei, São Bernardo do Campo está tomando uma multa danada por fazer eventos sem a autorização do ECAD , no caso, aulas de dança no Città Di Maróstica.

Deixamos claro que quem deixou, nós artistas sem  recursos foi a situação na época de 2016 e maracutaias da oposição na mesma época, pois não há como o ECAD ir até um local se não houver um cacoete, mas se houve uma falta de ética politica  e se houve algo contra o ECAD, devia mesmo ser autuado! 

Ditinho da Congada é na verdade a unica mente aberta e como os artistas não se respeitam e a diretoria ou secretaria ou secretaria da educação com diretoria da cultura não tem o mínimo de respeito com os artistas (irão dizer que pela atual dificuldade econômica que o país passa) devemos ver os gastos... 

E daí vem as frases:

Cultura é Educação e Educação não é gasto... 

Mais Cultura nas Escolas...

Fabrica do Som: Juventude Omissa , só gritam no escuro do quarto ou camuflados onde não os vejam.

Talvez Ditinho da Congada, pela sua idade, não acompanhou muito o Fabrica do Som que era feito no SESC POMPÉIA em SP , transmitido para todo o Brasil em março 1983 até junho 84 mas foi o marco da Música e da Liberdade de expressão, no entanto eu como um jovem e que teria sido indicado para a Fundação das Artes de SCS, no gabinete do Ex prefeito Tito Costa de SBC, assistia as novidades, como Paralamas do Sucesso, Titãs, Ira, Banda Metalurgia...

O programa durou 1 ano, mas fez muitos músicos pensarem e definir uma reta para seus objetivos.

Pena que hoje ainda existam pessoas que toquem por diversão