quarta-feira, 5 de março de 2014

Carnaval em Três Pontas, MG

Ao invés de estar com os sambernadenses, fui conhecer outras culturas que há tempos não vejo pessoalmente e tive até participação neles.
Não tive tempo o bastante para conhecer a todos os músicos desbravadores que estavam resgatando uma cultura perdida em muitas cidades do Brasil, as de tocar marchinhas carnavalescas.
Em alguns tópicos contidos na internet, vejo grupos quererem revolucionar o carnaval, e isso não é discutível, foi por causa da pseudo revolução que estamos perdendo área, espaço, até as ruas em alguns lugares nos são negados... Em Três Pontas, MG , deu para perceber que era constrangedor até que resolveram voltar ao passado e creio que em algumas cidades, com problemas culturais, tem o mesmo problema.
Já pensou se um dia trocarem a escola de samba na Sapucaí por um grupo de Sertanejo... um monte de violeiros? Cada caso é um caso e cada um no seu quadrado, cada um curte o FERIADO como quiser, haja visto que cada um tem seu gosto, então, frequente onde seu gosto está... mas carnaval não é Rock e não é o insulto como o que o Fuck in Rio ou pancadão é.
Toquei em Três Pontas , MG em um bloco de marchinhas e musicas de carnaval que alem de estarem resgatando a Memória do Musical Carnaval, diminuíram as depredações e assaltos, pois de vez em quando os blocos passam pelas ruas e os comerciantes sentiram melhoras. A Cultura faz e move tudo, ensina e educa, disciplina e dá lazer... a Música não ensina a ser marginal...
uma dúzia de músicos(jovens e veteranos) tocando Marchas Carnavalescas nas ruas de Três Pontas
Com 2 palanques e diversas apresentações, a cidade se divertiu

A Música é a única que transforma, que em uma linguágem universal, o passado é tocado no presente, pelo menos 1 vez por ano...
Em São Bernardo do Campo, eu senti vários blocos, que em nome seria o certo cortejo da camisinha, do meio ambiente, da prevenção contra o DST, da saúde, todas atravez de ongs... mas e a bandinha para tocar as marchas?
Um dos cordões... e te falo que a cidade inteira estava nas ruas


O Prefeito estava nos 4 dias observando... ele esteve presente, um prefeito e uma secretria da cultura presente... aqui tiro uma foto próximo a ele, pois para chegar nele era difícil(cheio de guardas e políciais).
Quando digo que a cidade inteira estava nas ruas, não disse que haveria outras opções, como as que menciono a seguir:
Um outro palanque, à uns 5 quarteirões tocava samba, axé, MPB, Samba Rock, alguns choros famosos e vc podia pedir a música que eles tocavam

Podia cair chuva mas o pessoal não saía de lá....  e observação, DJ só para operar a mesa e na troca de um conjunto por outro(haviam vários) os operadores de mesa tocavam músicas para montagem e desmontagem do som! coisa de meia hora com musicas carnavalescas...
Posso dizer também que dos vários músicos que foram para lá, moram em São Paulo, houve alguns do ABC.

O prefeito deu tolerância zero pra  violência os bons costumes, brigas, bebidas em exagero não serão toleradas, caso alguém fosse preso, soltaria só quarta feira de cinzas

Fora este palanque, que exibia várias musicas  durante o decorrer, lá proximo ao prefeito existia outra que tocava com equipamento melhor terminavam o show na cidade
Aqui o Grupo Zonkobaba(creio que é isso) se preparava para tocar! com musicos de Sampa!

Feliz por ter conhecido outra região e creio que  muitos gostaram, pois saíram daqui São Bernardo do Campo para curtir o Carnaval em Três Pontas

Agora em 2017, gostaria de incentivar essa cultura, mas sem apoio ficará muito difícil! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário