quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Pra Ver a Banda ir Embora


Muito tem a se dizer se falarmos de Banda. As Bandas estiveram presentes em nossas vidas, em desfiles cívicos, em aberturas de um órgão público ou até de um comercial. No mínimo o que as Bandas fariam seria, “tocar o Hino Nacional Brasileiro”...
Hoje, mal vemos uma Banda, não ouvimos os belos dobrados e marchas tocadas em dias comuns como o aniversário da cidade, não temos o glamour de uma “era” que parece ser desconhecida nos tempos de hoje, portanto um pouco da história vai em conta nesta postagem.

Memória Musical de SBC

Uma das melhores Bandas e não mais antiga, mas feita por profissionais é a Banda Sinfônica Municipal de São Bernardo do Campo que foi fundada em 1° de fevereiro de 1974, criada oficialmente através do Decreto Lei 5931 de julho de 1978. Seu organizador e regente era o Maestro José da Conceição Sousa. A Banda era formada pó 34(trinta e quatro) músicos, além do maestro contratados pela prefeitura sob regime C.L.T. . Em 1981 foi admitida o primeiro elemento de sexo feminino, Silvia Aparecida da Alves Nogueira ex integrante da “Banda Municipal Infanto Juvenil do Rudge Ramos”. Representa o município em todas as solenidades oficiais, bem como apresentações dentro e fora de São Bernardo do Campo. Dentre as apresentações mais importantes se destacam a recepção do então presidente da república(na época) General Ernesto Geisel , quando em sua visita em São Bernardo do Campo; diversos concertos sinfônicos, em fim , em todas as ocasiões em que a boa música se faz necessária. Seu repertório é variado, constituído por Marchas Militares, Dobrados, musica popular e Erudita. Destaque especial merece por seu grande trabalho educativo, onde as crianças aprendem musica ao vivo, dentro do programa de educação musical. Durante 1 hora e meia, crianças de 4 a 6 anos, aprendem a diferença entre ruído, e som, percebem como um instrumento musical imita um trovão, pássaros e animais, aprende a reconhecer a dinâmica do som além do grave e agudo.
A BSMSBC gravou disco:
Discografia : Gravado em agosto de 1981.

Este disco meu está autografado pelo Maestro Conceição(de vinil)


Este blog nos tempos de hoje:Foi  um dos que queria muito estar entre eles, fazendo o que gostava, porém dois amigos que estudavam comigo em uma das bandas da periferia, foram escolhidos, Marcelo Lopes(trumpet) e Uziel(que dispensa comentários, pois acho Uziel um dos maiores e melhores clarinetistas que São Bernardo já teve.)
Hoje a realidade da Banda Sinfônica Municipal é ao invés de ter 34 elementos, são apenas 10 incluindo o Maestro que é trombonista.
Gostaria de ter uma conversa com Maestro Conceição, mais conhecido como sargentão, pois ele não dava mole. Hoje a Banda Sinfônica Municipal não tem instrumentistas o suficiente para tocar o Hino Nacional Brasileiro e não são chamadas para as ocasiões que disse anteriormente... desfiles cívicos? Podem esquecer! Quem tem componentes o suficiente para ao menos um Hino Nacional hoje, em 2013, é apenas a Corporação Musical Filarmônica São José.
Ela fez as honras no dia de aniversário de São Bernardo do Campo com o Hino Nacional em 2012, pois a Banda que é do Município, mantida por ela pelo menos, não tem condições para tocar...

Entre no forum aberto de culturas e artes "FACA" clicando aqui

Você vai ficar parado olhando a Banda passar? Deixar de existir?

domingo, 24 de fevereiro de 2013

RESPEITÁVEL PÚBLICO, O PRÓ CIRCO VEM AÍ

CIA As Marias, muito engraçado

Iniciará na quinta(dia 28) as aulas que o  PRÓ CIRCO com o apoio de vários  contribuintes e o espaço que a Asssociação dos Moradores do Parque Haway irão fornecer...
Neste dia 24 todos que estavam nas casas, talvez em uma televisão ou computador, foram chamados  para o cortejo, um início do curso de malabares, acrobacias, com o comparecimento da CIA As Marias, CIA Meia Trupe e que, com certeza estão nesta Trupe 5 SEM LONA.... Construsons  esteve presente, com a alegria das bandinhas de rua( que tanto faz falta)
Dudu do Circo e a Bandinha Construsons.

Uma forma divertida, requer muito estudo e talento, de trazer as ruas, as praças, o ato circense.
Todos se divertiram, dos mais velhos aos mais jovens. Os jovens porque nunca tinha visto, apenas conheciam palhaços pela televisão, os adultos, divertiram-se por ver seu filho rindo e por ter esquecido o que é a magia do circo. Mas a sociedade, as comunidades e as associações não desistem, sabem o que é bom, e este projeto é maravilhoso.
O talentoso Hélio com perna de pau, chama o povo lá de cima

Este blog andou na casa de alguns, onde o cortejo passou, disseram que o projeto só tem a trazer bons fluídos, e mais tendo um espaço que antes era usado para fins escusos, hoje é usado para dar cultura, inclusão digital, literatura(em uma humilde biblioteca) e agora, um curso de circo...
inclusão digital no Parque Haway

 Esteve presente o ex candidato a vereador Roberto Ormedilha  que achou o projeto muito interessante.
O Foco deste blog é absolutamente a Cultura, não se restringe a um município, mas parte do princípio do mundo da cultura, marginalizada, mas tão querida por todos... tenho  a certeza, voltamos a ser crianças neste dia 24/02 no Parque Haway... quem foi, viu e sentiu!

O grupo FACA esteve presente clique aqui para entrar  e siga a Fan Page do grupo FACA clique aqui

Até um programa já existente, de capoeira, teve sua apresentação











 Esperamos vocês em outra apresentação e, quem sabe, seja você na perna de pau como Hélio????

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Não é A, nem B, nem C é a Massa Crítica da Cultura do Grande ABC


A reunião teve início para discutir o Regime Interno do grupo FACA e para o estudo do SNC, colocando informes significativos.
O blog foi avisado, mas não pode comparecer, em uma reunião de debates culturais em Sto André, e quem foi disse a reunião foi muito tensa o ativismo. Uma reunião que foram poucas pessoas(assim diziam os de Sto André) foi contado 30 pessoas e em média comparecem 70 pessoas. Quando eles se encontraram com o Secretário da Cultura tinham em média 300 pessoas.
É de se coçar a cabeça... somos novos(tudo bem), começamos agora(tudo bem) mas nada nos impede que traçamos novas estratégias para atrair pessoas ao grupo.
Trazer pessoas com nome não é difícil, pelo menos para este blog, o mais importante é trazer para reuniões, para a discussão aberta e franca... muitos dizem vir, poucos estão presentes... Alguns por conhecer, mas não pode se expor, ajuda-nos do lado de fora, com informações talvez pequenas, mas pode nas artes, ser aquele ponto que precisava.
O blog fala por si, viu 5 mandatos dizerem que iriam ajudar as artes, no entanto, depois do 1° Encontro Cultural da Cidade de São Bernardo do Campo, pensávamos estar agora encaixando, que teríamos melhor conversação entre artistas(seja la quais as 11 artes) e os políticos, secretários, prefeitos...
Nas reuniões de Sto André, foi observado pessoas de SBC e que estes não estão acostumadas a fazer estes tipos de reuniões, estas mesmas  não sabiam da existência do grupo FACA, deixou a impressão de raiva pelo povo Sambernadense que não se reúne para estes fins. O que falta para o FACA ou melhor dizendo, o que falta para a cultura artística  das cidades(podemos colocar 7 cidades e somaremos muitos, concorda?)
São Bernardo tem pessoas de valor, Sto André, Diadema, São Caetano do Sul tem os seus, alguns não podem se queimar, mas podem ajudar o movimento. Estamos em ponto morto estudando o SNC (Sistema Nacional de Cultura) das quais algumas das características parece estar em impedir a criação do conselho, que para a cidade de São Bernardo é muito importante, pois só a partir dela poderá ser feito algo... mas há profetizações que diz, isso demorará um bom tempo para acontecer, por isso, acho que necessitamos com urgência de um conselho onde nós falamos e não outros que não conhece um pingo no i de artes, musica e cultura.
Vamos para cima, mas antes ficaremos a par de tudo o que o SNC nos oferece e tudo que nos retira...
Lamentamos o site do MinC ficar fora do ar( neste tempo foram tirados tópicos de 2009) queríamos ter feito uma comparativa do que foi destinado desde 2009 e o que compromisso para hoje com o SNC.
É importante ressaltar, não estamos só, mesmo com todas as dificuldades... existe uma que trabalha 30 países 14 cidades, tudo ao mesmo tempo é contratada para este fim. Um intercâmbio Brasil Portugal  que joga todas as notícias sem pudor do que se passa aqui.
A carta de São Bernardo é minúscula se for ver a de Sto André e mesmo assim não temos resposta... A carta de Santo André tem 13 pontos de reivindicação, todos descriminados e enviados ao prefeito, aos secretários, aos vereadores e a presidente do PT, São Bernardo 6, apenas dizendo “eu quero”... enviado apenas para o Secretário da Cultura Neto. E nesta reunião ou encontro com o secretário, apenas algumas personalidades apareceram, no máximo 12.

Sto André está agora reescrevendo esta carta em forma de manifesto.Portanto podemos afirmar que o grupo de Sto André tem o mesmo foco e objetivo que o grupo FACA, porém, eles são muito mais mobilizados, tendo nelas várias comissões, de professores, comissões em grupo, comissões que estuda, da comissão de comunicação...
Avaliações: trazer outros grupos de outras cidades a ter mais conhecimento do que é o SNC, o que proporciona e para cada cidade, embora eu ache pelos relatos é igual para todas, o plano que o município quer implantar(cuidado)... 

O dia em que a Cultura virar Cultura, seremos uma nação melhor.

E ai? O que se espera dessa secretaria da cultura letiva em 2013 ?


Esperar, esperar e esperar, tomara que não por muito tempo!

Bom, o que se espera é ter de volta os teatros, finalizar as oficinas com apresentações nos teatros ou palcos... espera-se que o CLM retorne, espera-se mais oficinas e não retirar daqui para cobrir lá(tapar buracos retirando a terra do vizinho)
Temos a esperança que esse conselho que é necessário, se faça luz em breve e não para o final do ano como já se diz profetizar. Que o Neto saia de suas férias, pois como todo bom brasileiro, o ano começa em fevereiro, depois do carnaval, mas essa data já passou e cadê o Neto?
Ao ler o SNC, em nosso caso que não temos conselho, tudo é negociável, pois o mais importante é colocar logo os editais e ter um conselho, caminho certo por linhas certas... esperamos, mas não por muito tempo, ver aquelas poucas reinvidicações serem cumpridas, que foram entregues nas mãos do Secretário Neto.

Vamos lá pessoal da prefeitura, acabou o carnaval, começou o ano... agora não tem desculpas!!!

Novo ano, muitos projetos Culturais


Antes do início da reunião, fomos pegos com um informe fabuloso, ainda não sabemos se é no mês de março ou no mês de maio, mas o projeto vale a pena ser dito. Estamos com um material em DVD didáticos, para serem efetuados no teatro. É um projeto grandioso, bem feito, um curso que coloca o artista em paredão “como utilizar este material?”. O curso tem nele , como você usar sentença no teatro, como você usar um equipamento no teatro, no qual o que almejamos são os de graça... conclui-se ser muito interessante em saber utilizar este curso. É  interessante, mas para entrar no edital, tem que ser feito um orçamento, uma licitação, tem que ser aprovado, tem que passar por um monte partes burocráticas inclusive CNPJ, que não digo que seriam ruins, pois é isso que se faz sempre, mas ao meu ver a cultura está tão fragilizada, tão esquecida, que deveríamos dar um empurrão e não frear... este material está disponível para quem tiver alguma sugestão...
Há um outro projeto, na verdade são três, mas já tem público alvo,e  talvez já certo o comparecimento ...  nelas inclusa uma palestra com Luiz de Abreu... o site da CONSORTE dá todos os detalhes http://www.consorte.org.br/web/
Mas se acaso não estiver lá, este blog dará o mais breve possível os cursos! É que o site do consorte passa por manutenção...
Mas vale a pena lembrar que isso é imperdível... assim que este blog ter mais dados, fará as devidas colocações no ar...
Fique atento para inscrições aqui ou no consorte ou até na Secretaria de Cultura que são feitas apenas pela internet!

Em outro assunto o Pró Circo está realizando inscrições dia 24 de março já com apresentações ao ar livre, é imperdível!

Veja por aqui 
http://mozartfaggi.blogspot.com.br/2013/02/ong-pro-circo-no-parque-hawai.html

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Você Foi na Biblioteca Hoje?


Parece que o abandono é drástico, não só pelos usuários quanto dos que estão lá em cima, na prefeitura. A Biblioteca não tem mais o seu brilho, dá-se para perceber, pior ainda quando se trata de melhorar o ambiente, acervos, estrutura que hoje tem outra realidade, a inclusão digital, então, acho que você não foi a uma Biblioteca hoje!
Quem pensa que os Bibliotecários não fazem nada, “fica lá sentado esperando o mundo acabar” está completamente errado, pois são pessoas de uma escolaridade altíssima, alto nível cultural, tanto em se tratando de livros quanto as medidas colocadas hoje em dia, se aprimoram dia a dia.
Como observador, não pude deixar de ver degradações em uma das primeiras bibliotecas de SBC.


Vi também uma coisa que parece um “Outdoor” pendurado sobre uma concessionária ou que mecânica de automóveis... aí que está... pendurada? Quando ocorrer um desastre, pois está bem próximo a calçada, quem irá levar a culpa? Até ai, tudo bem, mas se cair o outdoor daquele porte e tamanho, irá, sem duvidas matar alguém!..


Nestes dias estão chovendo muito, então a culpa pode ser de São Pedro ou morreu porque chegou o dia dele?
Algum órgão deveria ver isso né? Bombeiro, polícia, prefeitura, sei lá, mas alguém deveria!
Comentando sobre a parte interna da Biblioteca, em especial a Biblioteca Monteiro Lobato, vejam os mofos, será que um livro sobrevive ao mofo exposto? Não, é claro!

A Biblioteca Monteiro Lobato necessita de uma reforma, pintura, limpeza nas telhas e troca daquelas telhas eternit, por alguma mais resistente, sem falar que precisa podar o matagal na praça em frente.
Você pedala uma bicicleta? Gosta de ir a Biblioteca? Fique sabendo que não tem um bicicletário de confiança, a não ser dois postes, um com uma placa proibido estacionar e outra  grossa do poste de iluminação.
Querem sugestões para bicicletários de confiança vejam o 


Há outros comentários de Bibliotecas, fora a Biblioteca Municipal Monteiro Lobato.
Um relato, após esta postagem, foi que na Monteiro Lobato, fazia tempo que não entrava, mas naquela época, os atrativos já eram escassos e mencionou outras bibliotecas, como por exemplo, a Biblioteca Machado de Assis, no Riacho Grande,que uma samambaia estaria nascendo dentro do equipamento, do prédio, e conforme ele, crescendo em uma rachadura!
A Biblioteca Manuel Bandeira, no mesmo prédio da Secretaria da Cultura,  é um espaço horrível. São espaços que só não estão à míngua graças ao esforço dos funcionários que realizam uma série de atividades culturais com os recursos escassos (ou praticamente nulos). 
Não é necessário dizer que estamos de olho, não é verdade?

Para doar livros: Espaço Troca Livro - que fica ali na Av. Prestes Maia. No caso específico das bibliotecas escolares, livros que são bons, mas inadequados para a faixa etária das escolas municipais são encaminhados para espaços da prefeitura que atendem adultos e jovens como as EM e a Fundação Criança. Uma grande parte (a maior parte!) acaba sendo descartada por serem livros com fungos, que sofreram danos com umidade, rasgados, rabiscados, comidos por ratos. Mas nada impede que se o livro for bom, raro seja recuperado, pelo menos espero isso!





E se houvesse oportunidades para todos??? Foto premiada World Press Photo 2013
Descrição: catadora de lixo lendo em um lixão de Nairóbi, no Quênia
Leitura no Lixão

Em outro comentário que completa a informação deste blog.: sobre os livros doados, uma parte deles, os em bom estado é claro, são devidamente higienizados , preparados, e disponibilizados em UBs, dentro de um projeto chamda" Espalhando a Leitura" no qual quem quiser pode ler no local ou levar para casa sem nenhum tipo de borocracia ou controle , é pedido apenas para depois de lê-los devolvê-los, para retroalimentar o projeto.
 texto revisado com novas informações dia 17/02/2013

Agora,se você pegou emprestado e não devolveu? Por favor, muitas pessoas dependem desses livros, inclusive eu!


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Você conhece a história ou memória de sua cidade?


As Bandas

As Bandas estão presentes em quase todas as cidades e municípios brasileiros.Sendo um conjunto formado por instrumentos de sopro e percussão, na maioria das vezes, se constitui por munícipes interessados em dar vazão ao seu potencial artístico. Por outro lado, ao lado das Bandas espontâneas, que são a maioria, existem as Bandas Municipais que podem contar ou não com elementos contratados e que prestam um serviço profissional, seja em atos cívicos, inaugurações, etc... Há ainda, as corporações ligadas ao Exército e à Policia que atuam  num contexto, em que esses grupos surgiriam há muito tempo atrás. Inspirados no rufar dos tambores, na melodia solene das cornetas, as Bandas foram se desenvolvendo em inúmeras versões, que incluem as filarmônicas, marciais, sinfônicas entre outras... Quando a Banda vai para o coreto o som de dobrados e marchas invadem as praças de modo convidativo. A meninada não resiste e são inúmeras as Bandinhas onde crianças e jovens realizam seu sonho; botar a mão em um instrumento e vestir uma farda.
A exceção das Bandas Milicianas, São Bernardo já abrigou várias versões de Banda. Atualmente São Bernardo possui uma Banda Sinfônica Municipal onde os músicos são profissionais. Há também as bandas Infanto-Juvenis, as escolas organizam fanfarras e prêmios nos concursos superlotam as prateleiras dos grupos sociais. Com o instrumental modesto, geralmente doado pela Prefeitura nas mãos de dedicados, maestros às Bandas e Bandinhas de São Bernardo, sem duvida são uma verdadeira atração na cidade.

Fotos de uma Fanfarra em 2007, (informativo prefeitura de São Bernardo)

Aos historiadores: Talvez falte um pouco de conhecimento, por isso existem historiadores fabulosos em SBC!
O blog: Eram várias bandas musicais,dezenas de Marciais, toda escola tinha uma fanfarra, hoje, temos uma sobrevivente Corporação Filarmônica São José (não porque a gestão manifestou seu interesse, mas porque ela deixou de ser uma banda ligada à prefeitura), a próxima banda são as que não se exibem, por falta de coro ou de técnica, são elas a Banda Sinfônica Municipal de São Bernardo do Campo, com apenas 10 elementos, e uma junção entre um projeto antigo e que não deu em nada( temos duas bandas ou três) Dentro da Corporação Filarmônica Carlos Gomes, onde abrigavam músicos militares com idades consideráveis. Nesta Corporação, uniu-se as duas Bandas Mirins (60 músicos) e a Banda Jovem(30 músicos), sem contar que existem certas Bandas vivas, porém mortas, como a Orquestra de sopro, Corporação Musical Filarmônica Maestro Pedro Salgado(que doou todos os instrumentos para a Banda Mirim do Baeta, que por sua vez doou para a Banda Mirim de SBC) a Banda que fazia a Cidade das Crianças(desfeita em 2003, mas continuou tocando nas ruas). Esta matéria que foi publicada na gestão do prefeito Tito Costa, deu um pouco do passado e este blog pretende colocar na Internet, pois, informação é cidadania é educação
Este blog viveu o passado, sabe décor algumas das fases, mas para melhorar algumas das situações, precisa é claro, que os músicos que não são poucos, se manifestem.
A história Sambernadense na música é linda, porém, como toda gestão irá dizer, esta não é a nossa realidade no momento.
Músicos Batateiros(Sambernadenses), não caíram na onda das drogas, nunca foram ruins nas escolas, passavam de ano por merecer e não por continuidade... isso não interessa um município, um estado, um país? Pensem na palavra cidadania, ao menos!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Ong Pró Circo, no Parque Hawai

 O blog e o instrumento FACA se sente na obrigação de divulgar este que será um ótimo evento

Venha conhecer o mais novo espaço de circo de São Bernardo do Campo, no dia 24 teremos a festa inauguração do espaço da ONG Pró Circo na Associação de Moradores do Pq. Havai, venha prestigiar!!!


Para dizer a verdade fica em frente ao Clube da Ford, mas também próximo à escola da Termomecânica, após as 14:00 estarei esperando no ponto após um posto de gasolina(diga para o motorista parar depois o posto de gasolina) estou por lá.... VENHAM E TRAGAM SEUS FILHOS 


Esta matéria foi um sucesso, quem quer participar deve compaecer, eu, Mozart quero montar uma bandinha o mais breve, inicialmente uma fanfarra para depois, com a ajuda de instrumentos, fortalecer.

 

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Depois de anos entendo A Cultura NU poder e o poder nu


Anos que convivo com a cultura, pessoalmente a musical, resolvi escrever este blog em épocas de ser chutado de uma comunidade orkutiana, por mencionar, dizer o que está passando nos teatros, nas apresentações musicais, de oficinas de arte que uma cidade estava oferecendo que, no caso, vi que não se tratava de uma idéia ou um modelo, centrando em apenas uma condição” A Música”. Que venham novidades teatrais, artes plásticas, musicais e audio visuais, dança... vi um leque enorme se formando Bemvindo Sequeira, ator, ajudou-me a começar isto, que é um mero escrever de linhas mal ou bem traçadas e eu com tímida escrita, demorei a escrever algo...
Lembro-me bem, que este blog foi feito para homenagear minha mãe, comecei errado, pois comecei do fim, e aí, nada mais para escrever?
Bemvindo Sequeira e os vários artistas que havia na redeliberdade, inclusive Carlos Latuff  e Zé de Abreu, propôs, já que era minha praia, escrever o que eu sei sobre Música!Meu primeiro post foi A Manifestação dos Artistas de Rua, em SP em 2010, fonte quente e nu.
Anos passam e quando vejo centenas de postagens são lidas diariamente.
Agora, mais maduro e mais velho, ouço frases que falavam ao pé de minha orelha, em um grupo FACA (Fórum Aberto de Culturas e Artes) onde exponho, recebo críticas e graças, Bemvindo está comigo nesta jornada.
Fotos de Bemvindo Sequeira

Como poder Revolucionário a idéia é “A Cultura NU poder e o poder nu” ou seja a Cultura é a solução, tanto que não é necessário muito, apenas pense e se pergunte, o que um palhaço precisa para interagir com a platéia? Qual o custo disso? Que benefícios trarão?
Tem a questão de “teatro de rua” e o “teatro pago”, PENSAMENTO: Qualquer manifestação cultural deve ir ao público... mas que público? Quando se refere a rua, refere-se ao passeio, a movimentação de pessoas, transportes, dentre outras coisas que o teatro não está presente(pensamento popular é que o palco é o local adequado para apresentações) neste pensamento o teatro perde o povo, não tem aquele contato, pois hoje em dia(2013) estamos sujeitos a não parar, pois se um cidadão parar pode ser assaltado, e como então um cidadão passando na rua poderá ver aquela beleza do teatro, da música em ruas? Não verá! É como se fosse proibido passar por uma rua, ver um lindo prédio e não poder admirá-lo, vem os opressores PM e dizem para não olharmos, é proibido ficar olhando... tenha santa paciência!
Em São Paulo ocorreu muito disso, artistas plásticos, teatrólogos, músicos foram proibidos de ficar tocando para passar o chapéu (você acha justo?)
Sim, poderíamos ir ao palco, ganhar nossa graninha com espetáculos, mas os preços para locação dos teatros, municipais são altíssimos e, tem mais um porém, o teatro perde contato com o povo e o povo perde contato com o teatro.
Estamos em um país que ainda é possível, foi plantado a muito tempo atrás e não é de hoje, quem plantou ainda não recolheu os frutos, mas vê que uma imensidão de artistas estão agora nas ruas.

Entre os temas polêmicos, duas eu consideraria: Quem tiver talento a jornada é a defesa da utopia da Cultura e a utopia do futebol, já que vivemos no país do futebol arte, supostamente!

Amir Haddad, salve a Cultura e ela vos salvará

 
Eminente Brasilósofo  Boris Estabão escreveu sobre Amir Haddad:

O artista Amir Haddad de descendência Árabe, junta o anti-fundamentalismo, o tropicalismo, o alcoolismo da Lapa, pois ele, pessoalmente é abstêmio, situado na Lapa e o humanismo  para combater o cinismo, o estrabismo(menos o meu, pois sou estrábico) o banditismo e o abismo...
Boris Estabão

Não sei o que vcs acham, mas Amir Haddad , sendo ou não sendo presidente, ou quem sabe será? Ele é o CARA

Deixe sua mensagem, a cultura, São Bernardo e o grupo FACA filiado a diversos meios de comunicação para termos mais cultura, agradece!
 

Estamos tentando montar o quebra cabeça!




Reunião de 06 de fevereiro houve uma reunião do FACA.Esta seria a 2° reunião do ano de 2013, que  deveria, pelo que consta na reunião anterior, mais comunicação, interatividade, modos e meios de debates sobre assuntos relacionados a Cultura, já que temos uma ferramenta importante que é o grupo Fórum Aberto de Cultura e Artes (FACA) de São Bernardo do Campo, que é para tirar dúvidas, interagir, fazer perguntas, criticar e reclamar e também fazer elogios. Não foi utilizada corretamente e, por esse motivo foi colocado a pauta dos meios de comunicação nas redes sociais.
Foi feito uma Fã Page , onde a utilidade dela seria colocar a par todos os acontecimento nas decisões do grupo.
Foi feito a Fã Page, mas ficou parada a espera de uma coisa interessante onde os membros dissessem” isso é matéria para fã page do grupo”... pois é, muita espera e, nenhuma postagem no fórum quando derepente um desabafo aconteceu e dentre em tantos, uns contra e outros a favor, cada um com seu desabafo.
Quem diria que casualmente, em um texto bem escrito, foi dito o que aquela mente pensava realmente? Quem diria que alguns iriam concordar e outros discordar veemente? Realmente, temos muito que aprender se quisermos manter um grupo unido, por uma causa socioeducacional , meios de agir, saber o que estamos fazendo, porque nós existimos, quem somos nós para colocar pautas ao poder máximo do município?
Para isso, temos que ter contatos, conhecimento de todos os artistas e de todos os meios que dispusermos no meio do poder público. É fato que tem pessoas ligadas ao poder publico que preferem não dizer uma palavra, estaria colocando sua profissão, seu cargo no lixo e, da mesma forma o artista que sabe se ele for, ou o grupo for arrogante com o poder público, pode não conseguir fazer uma peça, mesmo que essa fosse de graça, e, vemos a tal injustiça, não poder bradar  sua causa, pois o poder publico, partidos políticos e decisões partidárias, podem esmagar todos nós, ou você tem dúvidas?
Voltando no caso fã page, ela tem que ser nutrida, tem que ter informações não de um ou outro membro, mas de todos... as informações mais interessantes são colocadas aos moderadores, eles se conversam e se caso for, aderem e postam.
Engana-se que uma rede esteja fraca ou mal utilizada, há sim uma falta de interesse em colocar algum fato novo nos fóruns , pois é onde se é discutido, relevado ou acordado uma nova hipótese de um novo debate.
Você não faz parte da fã page? É só entrar e curtir Clique aqui para saber dos andamentos.
No fórum aberto existem mais de 200 membros (data de 12/02/2013)  e, entre esses 200 apenas alguns postaram , o que diz neste tópico deste blog da reunião de 23/01/2013 , pergunta então o blog: Será que mais de 200 membros não tem assunto para interagir? http://mozartfaggi.blogspot.com.br/2013/02/impressoes-sobre-reuniao-de-quarta.html

Se quiser fazer parte do fórum, discutir artes, cultura e música clique aqui e terá uma breve visão.


Fato, o grupo FACA está ficando meio esvaziado, sem movimentação.
Fato, ninguém critica por criticar, existe algo errado e se fosse para se elogiar, também não se elogia por elogiar, tem que ter o que elogiar!
O que você faria, discutiria somente em reuniões para postar ou postaria algo, algum tema para abordar?
O que você faria no papel deste blog?

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Artes Musica e Cultura é conosco mesmo!!!





O FACA Fórum Aberto de Cultura e Artes é independente do poder público, pode-se acrescentar que é dependente de partidos públicos ou candidatos. Mencionou-se que o grupo deveria ser apartidário(sem partido), coisa que em tese não existe, pois a partir que você vota, tem um candidato que provavelmente é de um partido, portanto você acaba votando em um ou outro. O que pode e deve ser comentado é o não militarismo geralmente em épocas de campanha eleitoral, estes sim devem ser observados... Entretanto o grupo FACA não irá restringir nenhum partido, pois não seria democrático,entretanto não estamos subordinados e nem a trabalho de partidos políticos.
A proposta fica desta forma na luta do proativo :
O Grupo FACA Fórum Aberto de Cultura e Artes (São Bernardo do Campo) é independente do poder público, dos partidos políticos e decisões partidárias... ficamos então neutros e nossa única militância é pela cultura Sambernadense.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Impressões sobre a reunião de quarta-feira e os debates recentes do FACA

Por Rafael Saad Fernandez 
 
Na reunião da última quarta, boa parte dos esforços para encaminhar pontos importantes da nossa luta foram desviados para manifestações de ódio contra a administração pública e seus gestores. Eu entendo que as pessoas estejam com muita raiva em decorrência do descaso com que a cultura foi tratada nos últimos anos e em especial desde a reestruturação que criou a Secretaria de Cultura, no entanto, estou certo de que a luta não é essa.
Se no passado aconteceu muita conversa fiada e promessas vazias, eu não quero saber – quero saber do que vai acontecer daqui pra frente. Se as pessoas foram maltratadas, se houve descaso, se ocorreram erros, devemos aprender com tudo isso e pronto, a vida segue em frente, não adianta ficar chorando as mágoas do passado.
Muito se falou nessa reunião sobre os editais, o fundo municipal de cultura e o conselho municipal de cultura. Quando foram abertos esses editais, amparados por um conselho municipal que era criticado por não possuir representatividade da classe artística, todo mundo achou legal: o dinheirinho caiu no bolso de vários artistas e todo mundo curtiu. Agora que a secretaria preferiu refazer a lei que determina a composição do conselho e optou por não elegê-lo enquanto isso não ocorresse, as pessoas acham ruim e reclamam. Pior ainda é ter que ouvir nessa reunião que alguns artistas não vão querer compor o conselho porque isso irá impedi-los de receber recursos de editais. Porra! A questão da luta pela cultura no município é simplesmente porque os artistas da cidade querem dinheiro pra poder realizar os seus espetáculos ou há algo mais profundo nisso tudo?
Eu quero construir um movimento que se preocupe em primeiro lugar com as pessoas da cidade, que se preocupe em oferecer arte e cultura para a população. Eu acredito que para isso é necessário valorizar os artistas da cidade e fazê-los caminhar com suas próprias pernas – basear a política cultura em editais que simplesmente colocam dinheiro no bolso dos artistas é instituir uma lógica de mecenato, não uma política cultural que vise o desenvolvimento do município. Os editais, na minha visão, são um instrumento para artistas em início de carreira, não para pessoas que já estão estruturadas. Para estes grupos deveria haver políticas de crédito que financiassem os espetáculos e não oferta de dinheiro a fundo perdido.
Tendo isso dito, está muito claro pra mim que a nossa luta deveria se concentrar em conseguir a aprovação da lei instituindo o sistema municipal de cultura e eleger um bom conselho municipal de cultura. Com isso feito, os recursos do fundo municipal de cultura (que é de onde sai o dinheiro para os editais e que pode também ser usado para financiamento, para fomento, para contratar espetáculos, bancar oficinas etc.) vão ficar disponíveis e passarão pelo crivo do conselho (composto por no mínimo 50% de representantes da sociedade civil)... Se já houve outras histórias antes, se esse filme já passou etc., eu não sei, só sei que no contexto atual, com a recente adesão do município ao sistema nacional de cultura, a melhor alternativa é começar uma luta para que esse processo seja o mais breve possível. Bater o pé, xingar, chorar as pitangas do passado não vai ajudar em nada. O que vai resolver é uma mobilização conjunta, seja na forma de manifestos, intervenções urbanas, performances, debates públicos, aparições na câmara municipal etc, para que estas leis sejam aprovadas e que sejam adequadamente cumpridas.
Além disso, é importantíssimo nos armarmos com informação. Fazer críticas sem informações completas só nos enfraquece. É importante levantar o máximo possível de dados sobre a situação das políticas culturais em todas as esferas e ter ciência dos esforços que estão sendo empreendidos (ou não) pela Secretaria de Cultura para que sejam resolvidos os problemas. Agir de forma contrária a tudo isso, gritando e batendo o pé como moleques, não vai ajudar.
Sou favorável à desobediência civil (que parece ter virado o mote da última reunião...). Mas acredito que ela deva ser um instrumento para que se consiga que a prefeitura cumpra o seu dever, para que nossos direitos sejam garantidos. Fazer birra é uma coisa, desobediência civil é outra completamente diferente...
Pra quem queria ver a discussão pegar fogo aqui, lá vai um molotov.
 
O Blogue :Esta postagem é interessante pois retrata o desconfortos de alguns e conforto de outros, coisa que nunca antes feita. Ficávamos traçando diretrizes, mas não nos perguntamos se as anteriores foram cumpridas ou, se quer re-olhadas. Dia 23 de janeiro foi a primeira reunião do ano, e com isso muitas idéias, muitas perguntas, pois ficar se reunindo para que? A unica resposta para isso seria entender e resolver os problemas e não só ficar expondo problemas ou casos sem uma solução.
O pessoal do CONSORTE já tem anos vividos, esclareceu e deu alguns fatos importantes que, se era sabido por algum membro, nunca foi abordado como prioridade... a burocracia tem que ser amenizada. Sabemos que tudo passa por um processo burocrático(e que burocracia!) mas certas perguntas nunca foram respondidas pela Secretaria da Cultura. Dai se pergunta: por este motivo eu perguntava, perguntava e nada de resposta? Creio que sim!
Estes dois não tem juízo , rsrs
 
Entrar as Secretarias, formar o conselho, conseguir verbas... isso meus leitores irá findar e dar inicio a alguma coisa, se conseguirem tudo, o ano que vem, em 2014... Enquanto isso, pedem para nós esperarmos... você acha justo?
O Desabafo de Rafael tornou desabafo de outros, que como disse, alguns contra, outros a favor. Com quantos paus faz-se uma canoa?
Se você é artista de São Bernardo do Campo, interaja e se manifeste... mesmo não sendo de São Bernardo, aconselhe, pois nossa meta é atender todo o ABCDRMS paulistano
Fã Page do grupo FACA Fórum Aberto de Cultura e Artes clique aqui
Você quer debater com o Grupo? vá no facebook clique aqui
Todos pela cultura... vamos lá pessoal! 

 

Cartas de discussões ou Diretrizes do FACA, daqui em diante

Depois de um período em construção e de muita discussão, elaboramos uma Carta de Princípios para caracterizar o movimento e nortear nossas ações daqui em diante:

1 - O FACA é um grupo formado por artistas, coletivos culturais de diversas linguagens, produtores, pesquisadores e militantes da cultura, na busca por políticas públicas que atendam às demandas culturais da população de São Bernardo do Campo;


2 – O FACA é um grupo aberto e independente em relação ao poder público e a partidos políticos, sendo contrário à manipulação deste coletivo para benefícios pessoais;


3 - O FACA deve manter relações de solidariedade com trabalhadores, grupos e entidades culturais na região do Grande ABC e em todo território nacional;


4 - O FACA deve lutar por políticas culturais voltadas aos interesses da maioria da população, pelo amplo acesso à fruição e formação artística;


5 - O FACA deve lutar por reconhecimento e condições dignas de trabalho para todos os profissionais da arte;


6 - O FACA deve lutar contra toda forma de opressão e exploração, prestando solidariedade à luta dos trabalhadores e causas sociais.


FACA  Fórum Aberto de Culturas e Artes 

Faça discussões pelo facebook e para entrar clique aqui  e para entrar na fanpage clique aqui 

Gostou? Passe para seu amigos, um pouco mais de cultura vale muito a pena!

sábado, 2 de fevereiro de 2013

A Fabrica do Som!Omissão do governo ou dos jovens?

Um programa da TV Cultura que foi extinta e certas coisas só o youtube com a ajuda de pessoas que tem a gravação dessa época que podem nos ajudar a lembrar  que a cultura é tão linda.
Certos movimentos, sarau, que as pessoas gostavam de declamar suas poesias ao som de Cull Jazz, ou se for assim dizer, ao som de John Coltrane, Miles Davis, Willian Borrous.. enfim perdemos tudo isso para uma Tv Cultura cada vez mais brega e regida pelo estado...
Os nomes acima são internacionais e conhecidos mundialmente como ícones da musica, mas se quer brasileirar vai o vídeo que Bocato e Banda Bloco... se Julio Versolato lembrar do Faria também ele está presente.
Tempos bons... esses não voltam mais e tenho a certeza que o governo estadual não tem um pingo de vontade para que volte!
Os Jovens de hoje são omissos a boa cultura, omissos! Preferem pancadão e funk do rio do que isso que lhes mostro com a musica de abertura da Banda Metalurgia de São Bernardo do Campo, com Bocato.
Não fique com vergonha, escreva aqui se gostou de lembrar da época de OURO da nossa música!